Unidade de semiliberdade do Degase vive dias de caos com tumultos e assaltos praticados por internos

By | June 2, 2016

Durante a terça-feira (31/05), a Polícia Militar foi chamada para dar apoio na unidade de semiliberdade localizada na Penha por três vezes, chegando inclusive a entrar nos alojamentos dos internos com eles dentro com o intuito de efetuar uma revista geral. Como a situação era tensa devido ao número elevado de internos, a PM optou por não conduzir ninguém para a Delegacia Policial, a fim de evitar que o conflito aumentasse depois.

IMG-20160602-WA0004

A Coordenação de Segurança e Inteligência do Órgão (CSINT) também esteve na unidade em apoio para auxiliar na revista em busca dos pertences, mas devido ao baixo efetivo mesmo com o apoio, optaram por revistar apenas os alojamentos, objetos pessoais e revista corporal dos internos não foram feitas.

Por volta das 10 horas da manhã desta quarta feira (01), mais um assalto foi cometido dentro de uma unidade do DEGASE. Um funcionário do Posto de Saúde que fica ao lado da unidade de semiliberdade para menores infratores na Penha, foi até o portão do local para devolver a carteira de um dos Agentes que trabalham na unidade. O objeto foi roubado da mochila de um Agente por um interno e arremessado por cima do muro do Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Adolescente em direção ao posto, acertando a cabeça de um paciente do PS. De acordo com o funcionário, a carteira estaria guardada dentro de sua mochila, no interior do alojamento dos Agentes, desde às 07:20 da manhã. Ao receber a sua carteira de volta, o Agente constatou que cerca de R$ 150,00 haviam sumido, assim como documentos de identidade e cartões bancários. O funcionário também afirmou que no momento do crime, haviam apenas dois Agentes de Segurança do DEGASE de plantão na unidade, que trabalham desarmados, além da equipe de cozinha, limpeza e educação.

Com capacidade para 32 internos, a unidade estava com 70 jovens infratores no momento do crime. O Agente informou que as câmeras de segurança da unidade podem ter filmado o momento da ação e identificar o interno responsável pelo ato. Novamente a PM foi chamada, bem como a Coordenação de Segurança do Órgão.

Em uma semana, já é o segundo assalto cometido no interior da unidade de semiliberdade do DEGASE Penha: No dia 20/05, após serem liberados para passar o final de semana junto de seus familiares, dois internos decidiram retornar, pularam o muro da unidade e, armados com facas, renderam dois Agentes de plantão, revistando seus armários e roubando os seus celulares.

Após o episódio do primeiro assalto na unidade, a Juíza titular da Segunda Vara da Infância e Juventude da Capital, Lucia Glioche, acatou pedido do Ministério Público para liberar antecipadamente os 97 adolescentes que habitavam o local naquele dia, para passarem a semana do feriado com suas famílias, devendo retornar na segunda feira (30/05).

Um agente da unidade relata que no dia de ontem (01/06), cerca de dez menores infratores pularam o muro da unidade e passaram o dia na rua, retornando depois das 23h, drogados, junto dos menores que saíram regularmente pelo portão, para estudar. Entraram forçando o portão, sem aguardarem para serem revistados como de praxe, indo direto para seus alojamentos, onde alguns foram vistos escondendo drogas. Com três Agentes no momento e desarmados, não havia efetivo nem segurança para conduzir à Delegacia Policial. O Agente termina o relato de forma desolada: “A situação está totalmente fora de controle. Só falta entregar as chaves da unidade e dos alojamentos nas mãos deles.”







Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *