PM espanca homem dentro da Casa de Show Tradição na Estada Intendente Magalhães

By | December 12, 2016

Um policial militar lotado na Operação Lei Seca é acusado de ter espancado um homem, a ponto de deixar seu rosto desfigurado, no domingo, em Vila Valqueire. A vítima foi socorrida por um irmão, que também é policial militar, lotado no 5º BPM (Gamboa). A agressão foi registrada na 1ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM), no Méier. A vítima também prestou queixa na na 29ª DP (Madureira).

De acordo com o relato feito à DPJM, a vítima dirigia uma moto na Estada Intendente Magalhães quando, para fugir de um engarrafamento, subiu na calçada em frente à Casa de Show Tradição. Nesse momento, foi abordado por um homem que se identificou como policial e responsáve, pediu a chave da moto e o revistou.
Segundo o depoimento da vítima, o agressor passou a proferir xingamentos e, ao ser questionado sobre o motivo de sua conduta, começou a agredí-lo. Em um momento de distração do agressor, a vítima conseguiu telefonar para o irmão, que é policial militar, pedindo ajuda.

Ao chegar ao local, o irmão da vítima foi informado por uma testemunha sobre o paradeiro de seu irmão, que havia sido levado para o interior da casa de shows. Na casa, ele foi recepcionado pelo agressor, que se identificou como o chefe de segurança e informou que o homem havia sido levado para um lugar reservado e que “o que tinha feito com ele era pouco, pois a vítima havia lhe destratado e que se fosse em outra ocasião o mandaria pra vala”.

Ele entrou então na casa e encontrou o irmão muito inchado e sangrando. Levou-o à UPA de Madureira, onde foi atendido e seguiu para a 29ª DP, que o encaminhou para o exame de corpo de delito.

A vítima relata que no momento em que sofreu as agressões, foi segurado por cerca de cinco homens enquanto era agredido pelo chefe da segurança. Ele também teve o relógio furtado e os pneus de sua motocicleta rasgados.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *