Nota de repúdio do MUSPE ao secretário estadual de Meio Ambiente André Correa

By | May 9, 2016

andre-correa-nadandoO Secretário de Ambiente do Estado do Rio, André Correa, em infeliz entrevista, declarou que “se pudesse, demitiria 30% dos servidores de sua pasta”, dando a entender que os servidores seriam inúteis. O Muspe – Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais, vem a público esclarecer a verdade dos fatos.

1) A Secretaria do Ambiente possui 55 servidores concursados e absurdos 125 comissionados, sem concurso, fruto de indicações políticas e apadrinhamento, todos nomeados pessoalmente pelo secretário André Correa.

2) A Constituição permite que ele dispense os apadrinhados a qualquer momento, pois são cargos de livre nomeação e livre exoneração.

3) O próprio secretário é servidor, mas nunca trabalhou, não tendo sequer cumprido o estágio probatório, sempre ocupando cargo comissionado, que usa como trampolim para suas pretensões políticas e, pior, recebendo sem exercer a função.

4) O concurso é a maneira mais digna e justa de ingresso no serviço público, com chances iguais para todos. Discursar contra concursado é defender um governo repleto de amigos, vizinhos, parentes e amantes dos governantes e secretários. Como se faz rotineiramente neste estado.

5) A inutilidade deste secretário ficou notória em 3 momentos de sua medíocre vida política:

a) quando simulou nadar na Baía da Guanabara, mas mergulhou fraudulentamente próximo a uma fenda onde a água do oceano é mais limpa (veja matéria do Fantástico), tentando enganar aos atletas que vão se contaminar naquele esgoto;

b) quando foi o autor da lei 6958/15, em que aprovou isenção fiscal por quinze anos para joalherias, ajudando a aumentar o rombo do estado;

c) e agora, ao atacar concursados.

6) Na verdade, a infeliz declaração reflete a mentalidade de um governo despreparado e voltado para o apadrinhamento, o que se revela pela existência de mais de 20 (vinte) mil comissionados em todo o Poder Executivo, que levam à população um péssimo serviço.

7) Os servidores públicos não se calarão sempre que forem atingidos em sua dignidade, principalmente se forem vítimas de quem não possui a mínima estatura moral para fazê-lo. Em um governo decente, este secretário teria sido exonerado no mesmo dia em que disse tal bobagem. Em um governo decente. Neste, ele continua no cargo. Mas vamos lutar para mudar isso, em respeito à população.

MUSPE – Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Assinam 36 entidades de servidores públicos).







Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *