Miliciano é preso e confessa participação no tiroteio que vitimou criança na Cidade de Deus

By | December 29, 2015

Fonte: O Dia

Agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e de Inquéritos Especiais (Draco/IE) prenderam, na tarde desta terça-feira, o miliciano Pedro Alves de Castro Filho. Ele, que foi preso na comunidade Cesar Maia, em Vargem Pequena, confessou ter participado de um tiroteio na Cidade de Deus, também na Zona Oeste, na noite do último dia 23, onde morreram uma criança de 11 anos e um adolescente de 17.

Os agentes encontraram com Pedro uma pistola calibre 380 com numeração raspada e munições. A equipe da Draco tinha também a informação de que outro miliciano, conhecido como “Léo”, era outro criminoso envolvido no confronto, mas ele consegui escapar. Na casa dele foi apreendido um simulacro de fuzil.

O miliciano Pedro tem como área de atuação o bairro da Gardênia Azul, em Jacarepaguá. Segundo informações obtidas pela especializada, o motivo do tiroteio que vitimou os dois menores foi uma retaliação à presença de traficantes de uma localidade da Cidade de Deus que disputam território na Gardênia Azul. Ele foi autuado por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ele será ouvido também na Divisão de Homicídios da Capital (DH-Capital), que investiga as mortes.

riocrime-logo

 







 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *