Dona de casa é estuprada barbaramente por 10 homens em São Gonçalo, dois menores foram presos

By | October 19, 2016

Fonte: O São Gonçalo
Por Thuany Dossares

Um crime brutal chocou moradores do bairro Lagoinha, em São Gonçalo. Uma dona de casa, de 34 anos, viveu momentos de terror ao ser estuprada por cerca de 10 homens, no início da madrugada de segunda-feira. Suspeitos de participarem do crime, dois adolescentes foram apreendidos em flagrante por policias do 7ºBPM (São Gonçalo).

De acordo com a investigações, a mulher estava acompanhada de um amigo num bar, na Rua Cardeal Sebastião Leme, quando alguns jovens chegaram e a obrigaram a fazer sexo oral em todos eles. Depois, ela e o amigo foram libertados, mas a dona de casa acabou sendo novamente atacada pelos rapazes, e levada para a Rua Caetano Moura, que é deserta e sem iluminação, onde voltou a ser estuprada, dessa vez com coito anal e vaginal. Em seu depoimento na 74ªDP, ela relatou que os estupradores chegaram a usar galhos de árvore para consumar o estupro.

PMs receberam denúncia sobre violência sexual e encontraram a mulher apenas de calcinha, com a blusa levantada e muito assustada. Enquanto a socorriam, os militares viram uma movimentação de dois rapazes que zombavam da situação. Ao serem abordados, os adolescentes, de 15 e 16 anos, foram reconhecidos pela dona de casa como participantes do estupro coletivo.

A dupla foi encaminhada para a central de flagrantes da 74ªDP (Alcântara). Responsável pelas investigações, o delegado Adriano França, titular da distrital, informou que o crime está sendo apurado sob sigilo.

estupro-coletivo-sao-goncalo

Recordando

Em maio, uma adolescente, de 16 anos, foi vítima de um estupro coletivo no Morro da Barão, na Praça Seca, Zona Oeste do Rio. A jovem foi violentada por mais de 30 homens, que seriam integrantes do tráfico de drogas da comunidade. Após a sessão de tortura, os criminosos ainda filmaram a menor nua e desacordada, num vídeo que foi divulgado nas redes sociais.

Em abril de 2014, a estudante Larissa Almeida Andrade, de 17 anos, foi encontrada morta, no Jardim Miriambi, em São Gonçalo, após também ser vítima de um estupro coletivo.







Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *