Adolescente infrator internado no Degase contraiu tuberculose

By | November 3, 2015

adolescente-degase-tuberculose-1Por volta das 23h desta segunda feira (02), Agentes de Segurança do DEGASE, após ouvirem um barulho de tosse muito alta e incessante, além de diálogos nervosos entre os internos de um dos alojamentos destinados aos menores infratores do Centro de Atendimento Intensivo da Baixada (CAI-Baixada), unidade que fica em Belford Roxo, foram intervir para ver do que se tratava. Chegando no local, encontraram o adolescente J.J.G.S, de 17 anos, expelindo placas de sangue pela boca, enquanto os demais internos tentavam ampará-lo. Os Agentes, preocupados com a gravidade da situação, imediatamente entraram no alojamento e retiraram o interno, que foi imediatamente conduzido ao Posto de Atendimento Médico (PAM) de São João de Meriti.

Como não há viaturas adequadas em quantidade suficiente no órgão, com compartimento separado destinado ao transporte de internos e que resguardem a integridade física tanto dos infratores quanto dos Agentes, o jovem foi conduzido no banco do carro sentado, junto aos servidores, dentro de uma Kombi velha, veículo que é largamente utilizado pelo DEGASE em atendimentos médicos, audiências e registros nas Delegacias de atos infracionais cometidos dentro das unidades de atendimento socioeducativo.

Chegando no local, os médicos realizaram exames e constataram o que os Agentes temiam: O jovem, apreendido por ato infracional análogo ao crime de assalto à mão armada e oriundo de Nova Iguaçu, estava com Tuberculose. Devido à gravidade contagiosa da moléstia e ao fato de não haver isolamento adequado na unidade hospitalar, o jovem foi reencaminhado de volta para a unidade do DEGASE, utilizando máscara respiratória, onde está sendo mantido sozinho em um alojamento. Nenhuma medida médica foi tomada em relação aos Agentes que tiveram contato direto com o interno durante o socorro e a condução do mesmo ao PAM.

J. começou a cumprir a sua medida socioeducativa na unidade do DEGASE no dia 26/05/2015.

Os Agentes da unidade estão indignados e o sentimento é de total abandono pela absoluta falta de políticas públicas que visem garantir condições mínimas de trabalho e proteção aos servidores que cuidam das tarefas de segurança e ordem das unidades.

adolescente-degase-tuberculose-2Agentes de diversas unidades do órgão já contraíram doenças como tuberculose, caxumba, sarna humana e micoses, devido ao contato direto e sem condições mínimas de segurança com os internos. Atualmente, há pelo menos três casos de caxumba confirmados no Cense Dom Bosco, unidade de Internação Provisória na Ilha do Governador, com os infratores sendo mantidos em isolamento.

Na Secretaria de Administração Penitenciária, que cuida de presos maiores de idade, os funcionários lotados dentro de presídios, que exerçam atividades de segurança e vigilância de presos, poderão ter um auxílio-saúde de R$ 750,00 por mês. A proposta foi apresentada na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), pelo deputado estadual Jorge Felippe Neto (PSD), conforme noticiado no Extra no dia 31/10/2015.

Já para os Agentes de Segurança do DEGASE, que exercem as mesmas funções e estão expostos aos mesmos problemas, não há uma única política pública voltada para a proteção e o auxílio dos servidores no desempenho de suas funções, seja por parte do Governo ou por parte da Direção Geral do órgão.

Como a remuneração salarial de um Agente de Segurança socioeducativo do DEGASE é cerca de 80% menor que a de um Agente Penitenciário da SEAP, os Agentes do Departamento Geral de Ações Socioeducativas não tem condições de pagar nem ao menos um plano de saúde, estando entregues à própria sorte. Também não é pago adicional de insalubridade no DEGASE, tal como existe para os Agentes Penitenciários da SEAP.

 







 

One thought on “Adolescente infrator internado no Degase contraiu tuberculose

  1. Danielle Santos

    Não tem muita diferença das unidades da Funase de Pernambuco não! O descaso com os agentes é em todos os lugares, enquanto o governo não decidir olhar para nós com um pouco de atenção, nunca sairemos disso. Viveremos eternamente enxugando gelo!

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *